Alfabetización científica en la formación en ciencias de la naturaleza

Resumen

Diferentes autores definem a alfabetização científica (AC) como um conjunto de saberes que facilitam aos sujeitos realizarem uma leitura do mundo onde vivem. Partindo dessas concepções, é importante que os aspectos da AC se façam presentes no âmbito docente, bem como as propostas de mudanças nos processos formativos. Nesse sentido, é dada a necessidade de (re)pensar e (re)avaliar as conexões da educação científica com a formação inicial de professores. Assim, a questão que orienta esse trabalho é como um curso de Ciências da Natureza - Licenciatura possibilita a construção de referenciais para a AC? Para responder tal inquietude, utilizou-se como quadro teórico de embasamento e discussão dos resultados o referencial acerca da AC proposto por Sasseron e Carvalho (2011a, 2011b) e a formação de professores. Os resultados, oriundos da análise do projeto pedagógico do curso, apontam que alguns dos objetivos dos componentes curriculares estão integrados transversalmente a mais de um eixo da AC, o que pode ser um demonstrativo de que os eixos da AC não são fomentados individualmente. Isso demonstra a preocupação do curso em efetivar a plena formação do professorado para atender os princípios da AC, além de propiciar uma formação visando uma visão global de ciência. Por fim, considera-se que o curso encaminha-se para o desenvolvimento científico do egresso, já que na análise percebeu-se que muitos dos componentes curriculares se encaixam em mais de um eixo da AC.

HTML